top of page

BRISES EM FACHADAS

Como proteger o ambiente interno, controlar a entrada de iluminação natural e muito mais


Residência que recebeu revestimento e soluções em brises ripados fixos, deslizantes, pivotantes e articulados. Alumínio efeito madeira, cor Carvalho Renolit. Execução da obra: @stellomonteiro e projeto: @seferinarquitetura/Reprodução: EsquadriTEC/Instagram


Elementos arquitetônicos que têm como função principal proteger o interior das edificações contra a incidência da luz solar e também auxiliar no conforto térmico do edifício, os brises proporcionam privacidade e contribuem para o design da fachada, envolvendo o edifício de forma elegante, protegendo não somente a fachada, mas também as janelas e aberturas, tornando os ambientes internos mais aconchegantes.


O termo brise é a abreviação utilizada no Brasil para brise-soleil, que vem do idioma francês e significa “quebra-sol”. Os brises são instalados pelo lado de fora de janelas ou em fachadas, e o formato mais conhecido é o que utiliza lâminas, chamadas aletas. Outros elementos também podem ser classificados como brises, que são as persianas, os cobogós e os muxarabis.


Brises EsquadriTEC no projeto residencial em Jurerê, com sistema deslizante de canto e painéis fixos com projeção lateral, em alumínio ripado efeito madeira. Nossos brises são desenvolvidos para complementar com funcionalidade as necessidades de cada projeto/Reprodução: EsquadriTEC/Instagram

Os brises podem ser fixos ou móveis, com as lâminas (ou aletas) posicionadas no sentido horizontal ou vertical. A partir da escolha do tipo de brise, o posicionamento é uma questão fundamental e se a intenção é de controlar a incidência de raios solares no interior da construção, os locais mais recomendados para colocar este produto são as fachadas norte (que tem maior incidência de luz solar durante todo o dia) e oeste (que tem maior incidência de luz solar durante a tarde).


VANTAGENS


A proteção contra a incidência excessiva dos raios solares é, sem dúvida, uma das principais vantagens no uso de brises, juntamente com a privacidade proporcionada, a redução de temperatura para ambientes quentes, o aumento de temperatura para ambientes frios, a economia nos gastos com iluminação e ar-condicionado — além de acrescentar beleza ao projeto arquitetônico da fachada.


MATERIAIS


Os brises podem ser fabricados com diferentes materiais e a escolha deve ser feita a partir do programa de necessidades do cliente. Os materiais mais utilizados do mercado são a madeira e o alumínio. Vale fazer uma comparação entre esses dois.


Os brises metálicos são mais leves, especialmente os fabricados em alumínio. A produção é industrial, proporcionando controle de qualidade e garantia, precisão na obra e maior facilidade na instalação e manutenção.


Diante da funcionalidade apresentada pelos brises de alumínio, muitos arquitetos, designers, urbanistas e outros profissionais têm contribuído para o sucesso e relevância do produto no mercado.

Sua escolha traz uma comunicação visual impecável à fachada, aliando inovação e versatilidade.


EFEITO MADEIRA


Empresas que buscam evoluir e trazer cada vez mais soluções para o sombreamento e privacidade, além de um apelo estético que agrade aos clientes mais exigentes, estão oferecendo opções de brises articulados amadeirados. Esta solução alia a funcionalidade do alumínio à beleza da madeira.


Idealizados para fachadas residenciais de alto padrão, os brises amadeirados agregam um valor estético inigualável, além de proporcionar conforto, privacidade e funcionalidade. As opções oferecidas incluem brises de correr e articulados, com trilhos e dobradiças que contribuem para um movimento suave das lâminas (ou aletas).


A pintura com efeito madeira, aplicada nos brises de alumínio proporciona um acabamento único e alia também a beleza da cor poupando os efeitos de dilatação e retração próprios da ripa de madeira. Estas são vantagens indiscutíveis para esse tipo de produto, principalmente pelo esmero em produzir peças que remetem fielmente ao alto relevo e veios da madeira natural.


As tipologias oferecidas para os projetos de brise são variadas, podendo ser do tipo camarão, de correr, porta pivotante e porta de giro. Também é possivel a fabricação de portão de garagem de correr automatizado no padrão amadeirado.


Existem no mercado outros tipos de revestimento que podem ser utilizados nas estruturas fabricadas em alumínio, como é o caso dos compósitos WPC (Wood Plastic Composite), também chamados de madeira ecológica, um tipo de material composto de fibra de madeira ou serragem de madeira, e de termoplásticos (polietileno, polipropileno, policloreto de vinila, entre outros).


COMPONENTES PARA FABRICAÇÃO DE BRISE


Reprodução: MR Brasil

A MR Brasil, que atua no mercado desde 2009, desenvolve componentes próprios para serem utilizados na fabricação dos vários sistemas de brise do mercado. “Damos destaque às nossas dobradiças em alumínio de encaixe rápido, que podem ser fornecidas para diversas soluções de brises. Nossas roldanas também atendem essas mesmas soluções”, afirma a empresa.


Nas cremonas de fechamento, a marca oferece ao mercado design italiano. “Todos os nossos componentes foram desenhados especificamente para serem utilizados em cada uma das linhas existentes no mercado e são de fácil montagem, além disso, o nosso departamento técnico dá apoio aos clientes para fabricação e instalação dos sistemas de brise utilizando os nossos componentes”, conclui a MR Brasil.


Texto adaptado de material cedido gentilmente pela arquiteta Kellen Cristina da Silva Alves e por Luis Lima, diretor executivo da MR Brasil, www.mrbrasil.com.br

Comentarios


V&S Blog.jpg

 Receba notícias atualizadas no seu WhatsApp gratuitamente. 

bottom of page