top of page

INFILTRAÇÕES NAS JANELAS: 4 DICAS PARA ESCLARECER DÚVIDAS E SOLUCIONAR


Reprodução: Habitissimo e Vai com Tudo


O verão traz consigo altas temperaturas e eventos naturais como, por exemplo, as chuvas volumosas e até grandes tempestades. Desde o final de 2021, o fenômeno La Niña, que consiste na diminuição da temperatura da superfície das águas do Oceano Pacífico, Tropical Central e Oriental vem afetando as chuvas no Brasil, como no estado na Bahia, por exemplo. É nesse período que todos precisam estar mais atentos com as infiltrações de água nas esquadrias.


Separamos quatro dicas para esclarecer algumas dúvidas e o que fazer diante de problemas de infiltração nas janelas, acompanhe:


1. INFILTRAÇÕES EM CONDOMÍNIOS


Uma dúvida comum é em relação aos problemas de infiltrações ligados ao condomínio. Neste caso, geralmente a responsabilidade é do condomínio.

Mas antes do síndico realizar a manutenção, é necessária a visita de uma empresa especializada para emitir um laudo, avaliar e concluir o que está provocando as infiltrações.


Porém, de acordo com o Código Civil, não é necessário aguardar a iniciativa do síndico para realizar pequenos reparos.


2. VERIFICAÇÃO DA ESTRUTURA


Com o aparecimento da infiltração, pode ser que a estrutura da edificação esteja comprometida, o pedreiro ou a empresa contratada para fazer o serviço deve então verificar se existem falhas que dizem respeito à construção, antes de qualquer coisa. Pois, nem sempre as infiltrações são causadas por conta da chuva, ou má instalação da janela. Pode ser que haja um cano que produz o vazamento ou qualquer outro problema.


3. VEDAÇÃO ADEQUADA


É preciso fazer a vedação adequada da esquadria. O material utilizado para este tipo de situação é um selante de silicone, que deve ser aplicado por uma empresa ou pessoa especializada. Garantindo assim a duração e eficiência da vedação.


E para o caso de pingadeira instalada de forma inadequada, é necessária a substituição da peça, e só depois é feita a aplicação do selante impermeável em todas as frestas e cantos da janela.


A partir disso, o profissional remove o material desgastado. Depois, aplica na janela seca a argamassa e o selante de silicone, para corrigir os pontos de infiltração e deixar a esquadria impermeabilizada e livre da umidade.


4. CHECAR A QUALIDADE DOS MATERIAIS E PROFISSIONAIS


Essa é uma etapa importante, porque a qualidade do produto vai determinar a durabilidade da vedação. Se os materiais forem de má procedência, é provável que os problemas tornem a aparecer e causem mais frustrações. Além disso, os profissionais contratados para fazer os reparos devem ser especializados, assim evitando transtornos futuros.


Fonte: MR Construtora


Comments


V&S Blog.jpg

 Receba notícias atualizadas no seu WhatsApp gratuitamente. 

bottom of page