top of page

DE ADVOGADA A MESTRE DE OBRAS

Atualizado: 4 de out de 2021

Por Stephanie Fazio


Sandra Valentim enfrentou os desafios de uma mudança de carreira e conquistou o sucesso


Reprodução: Sandra Valentim/Instagram

“Viemos para agregar ao canteiro de obras e não para medir esforços com homens. Enquanto muitos se perdem em preconceitos discutindo se podemos e devemos ou não estar no canteiro de obras, seguimos desbravando esse mercado e nos posicionando de maneira irreversível”, diz Sandra Valentim, mestre de obras e advogada, de Governador Valadares (MG).


Ela sonhava em seguir carreira como advogada, mas mudou completamente de área em 2009, quando seu pai, que era pedreiro e mestre de obras, faleceu. Ele atuava na construção e venda de casas por conta própria, conforme entrevista de Sandra ao portal Uol.


Nesse contexto, a profissional se viu diante de um grande desafio, pois existiam três casas para serem construídas, todas com apenas um metro de tijolo assentado. Para continuar com as obras dos futuros empreendimentos, ela teve que aprender o ofício na prática.

“Com esse desafio na minha frente, decidi ir para o canteiro de obras todos os dias terminar as casas. Não sabia nada no início, tanto que chegava lá de bermuda e chinelos”, relembrou Sandra em entrevista ao Uol, comentando que não visitava as obras do seu pai.

Colocar a “mão na massa”, literalmente, nunca foi uma opção para a mestre de obras.


Exemplos de obras em fase de construção/Acervo pessoal


Contudo, a experiência como gerente de uma academia foi decisiva para garantir o sucesso da gestão de seus empreendimentos, juntamente com a dedicação da profissional em adquirir conhecimento sobre a área e acompanhar os trabalhos de perto no canteiro de obras.


Para Sandra, o mestre de obras é o elo entre os profissionais graduados, os clientes e os trabalhadores que estão dentro do canteiro de obras, possuindo a experiência prática em executar, compatibilizar e liderar pessoas. “Porém, é sabido que alguns mestres têm mais expertise na parte executiva da obra, enquanto outros, como eu, já agregam essa parte administrativa, que é indispensável para que o projeto tenha um direcionamento que garanta um ótimo resultado nas esferas física e financeira”, explica.


NOVA OPORTUNIDADE NA ÁREA


Entre 2009 e 2013 ela trabalhou como seu pai, construindo e vendendo imóveis. Mas após prejuízos, a profissional passou a administrar obras para terceiros, aproveitando uma nova oportunidade no setor.


Em sua opinião, as esquadrias são itens fundamentais e indispensáveis nas construções, pois reúnem funcionalidade e estética em um só produto. A versatilidade das soluções também entrega desempenho relacionado à segurança.


Exemplos de empreendimentos executados por Sandra/Acervo pessoal


Segundo Sandra, as portas e janelas agregam muito valor não só às fachadas, mas a todo o imóvel. “Há muitos anos, deixaram de ser apenas elementos estruturais e assumiram uma função estética nos projetos”, diz.


A mestre de obras conta que as esquadrias de alumínio são as protagonistas na maioria absoluta das construções que executa. A durabilidade unida às diversas opções de cores fez com que o mercado se rendesse a esse modelo de portas e janelas, conforme Sandra.


DIVIDINDO CONHECIMENTO COM O MERCADO


Durante a crise econômica que se abateu nos anos de 2015 e 2016, Sandra viu a quantidade de clientes e de obras diminuírem de forma drástica. “Senti a necessidade de me mostrar, exibir o meu trabalho para que eu pudesse atrair clientes. Porque, até então, minha maior fonte de captação de clientes era através da indicação de arquitetos”, relembra.


A partir daí, ela passou a estudar sobre as redes sociais e decidiu que o Instagram seria uma ótima vitrine para divulgar dicas de execução das obras e o dia a dia nos canteiros, o que deu certo. “Em agosto de 2017, fiz minha primeira publicação e não parei mais. Hoje, afirmo categoricamente que o Instagram foi um divisor de águas na minha carreira”, destaca.


Após receber inúmeros pedidos de consultoria e questionamentos se ela daria algum tipo de aula, no final de 2019, a mestre de obras decidiu criar o curso Construindo com Sandra Valentim. No início de 2020, ela começou a estudar sobre o mercado de cursos online e, em março, a chegada da pandemia ajudou a acelerar o processo.



O curso é baseado na construção de uma obra de alto padrão duplex, contemplando desde a etapa da formação do canteiro de obras até a entrega para o cliente. “Retomo todos os passos de execução da obra e mostro muitos vídeos. Detalho todas as etapas da hidráulica, elétrica, compatibilização de projetos e definição dos clientes, por exemplo. Mostro como tudo acontece na prática”, informa.


Ela acrescenta que deixa claro para os alunos que a teoria é importante e que não se formam, por exemplo, profissionais de arquitetura e engenharia sem que saibam essa parte. Mas, na prática as coisas acontecem de forma diferente e entendê-la é um diferencial nesse mercado repleto de desafios.


COMPETÊNCIA NA ÁREA A quantidade de mulheres no setor da construção civil aumentou, passando de pouco mais de 109 mil no início de 2007 para 239.242 profissionais do sexo feminino registradas em 2018, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Porém, apesar da história de êxito de Sandra e de muitas outras profissionais da construção civil, a desigualdade de gênero ainda é uma realidade no setor, o que, conforme a mestre de obras, gera insegurança e medo nas mulheres.


“Muitas pensam que por ser um ambiente predominantemente masculino, elas não serão bem-vindas, respeitadas e não conseguirão exercer a função escolhida. Mostro que é possível, que lugar de mulher é onde ela quiser”, afirma. A profissional acrescenta que as mulheres ainda precisam demonstrar muito mais competência nesta área do que os homens.


Em sua visão, uma possível solução para o preconceito seria a capacitação profissional contínua. “Eles têm por objetivo fazer com que desistamos, mas essa não pode ser uma opção. Vamos nos exibir, as redes sociais devem ser usadas a nosso favor e temos que mostrar que viemos para ficar”, conclui.

V&S Blog.jpg

 Receba notícias atualizadas no seu WhatsApp gratuitamente. 

bottom of page