Buscar
  • Equipe Contramarco

COMO COMEÇAR UM NEGÓCIO EM TEMPOS DE PANDEMIA?


Imagem: TecMundo

Com a chegada da pandemia no Brasil houve também uma grande crise econômica. Segundo um levantamento feito pelo Sebrae, mais de 600 mil empresas fecharam. Em contrapartida, dados do Portal do Empreendedor mostram que o registro de MEIs continuou aquecido, atingindo uma marca de 10 milhões de contribuintes, onde - ao todo - mais de 327 mil pessoas se formalizaram nesse segmento no País.


"Para esse início é necessário analisar a nova dinâmica de vida provocada pela pandemia no país. Quais foram as alterações no cotidiano das pessoas, no que foram prejudicadas e quais são suas necessidades no momento", comenta Guilherme Bauerle, analista de projetos da Poli Júnior.


Além disso, é necessário, primeiramente, entender o tipo de produto que será oferecido e qual será o público-alvo do negócio. Com essas questões definidas, elas ajudarão a direcionar o esforço e o investimento feito pelos empreendedores, de forma que os mesmos obtenham melhores resultados e evitem gastos desnecessários. "É possível fazer essa definição com base em pesquisas simples, como perguntas que verifiquem se sua ideia realmente desperta interesse e quais possíveis lapidações ainda podem ser feitas, de forma que seu negócio fique ainda mais atrativo", explica Bauerle.


Com tudo isso em mãos já é possível testar a venda, através dos testes de demanda, o que ajudará a tirar a ideia do papel e ver como ela funciona na prática. É importante dizer que existem vários métodos para isso, desde uma campanha de marketing digital até oferecer esses serviços de forma mais direta. "Podemos citar a ajuda do e-commerce nesse processo. O comércio virtual já era utilizado de forma intensa e agora os negócios, que antes não eram adaptados a essa forma de venda, foram obrigados a adotá-la de alguma maneira", finaliza o analista.


Mas, como se destacar em um mercado tão competitivo?


Dentro desse mercado tão concorrido por diversas empresas, existem alguns fatores que podem ajudar seu negócio a se destacar. São eles:


• Traga a novidade: Apresente algo novo, que ainda não é de fácil acesso para o seu público-alvo. Inovação é um fator importante;


• Seja a solução: Analise o que as pessoas precisam hoje e ofereça a melhor solução possível. Facilite a vida dos outros;


• Branding: A forma como seu negócio se apresenta deve ser atrativa, seja esteticamente ou na forma como se manifesta. Invista em marketing e divulgação para fortalecer sua marca. Tenha uma história convincente sobre o motivo do seu negócio existir;


• Investimento, e não dinheiro gasto: As pessoas devem olhar os custos que terão utilizando os serviços do seu negócio como um investimento, e não um gasto;


• CX (Customer Experience): A experiência do consumidor deve ser a melhor possível, de tal forma que seu negócio se torne referência em qualidade na relação com o público;


• Qualidade: Ofereça sempre um serviço de qualidade ao seu consumidor;


• Honestidade: Seja honesto em relação ao seu produto ou serviço. O que você oferece para os outros deve ser exatamente o que receberão;


• Responsabilidade: Seja responsável socialmente e ambientalmente.


Além disso, é necessário que os empreendedores se preocupem com a concorrência, analisando como outros negócios semelhantes estão atuando e o que estão fazendo de diferente. Dessa forma, o seu serviço se destacará e muitas oportunidades aparecerão.


Para mais detalhes, acesse o site: www.polijunior.com.br/

Fonte: Poli Júnior/KR2 Comunicação

18 visualizações

Tel: +55 (11) 5539-3200