top of page

ASBEA-SC FORMALIZA PARCERIA COM O PROJETO BANCO DE MATERIAIS

Coordenado pela Faculdade Cesusc, o projeto direciona sobras de obras da construção civil para doação a comunidades da cidade


Profissionais do banco de materiais e da Cesusc
Divulgação: Comunique-se

A regional Santa Catarina da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA-SC) e a Faculdade Cesusc formalizaram uma parceria, no último mês de fevereiro, para apoio ao projeto Banco de Materiais, coordenado pela instituição de ensino. O Banco de Materiais é um braço do projeto de extensão Projeto Regenerativo nas Cidades do curso de arquitetura e urbanismo, embasado na tese de doutorado de mesmo tema da professora doutora Marila Filártiga, titular do escritório Gebara e Filártiga, associado AsBEA-SC, e coordenadora do projeto. 


O objetivo do Banco de Materiais é servir de ponte entre quem tem materiais e equipamentos para doar e quem precisa receber, por meio de uma conexão de profissionais, empresas da construção civil e instituições sociais. A AsBEA-SC é uma das apoiadoras e contribuirá para a mobilização dos escritórios associados para a destinação das “sobras de obras” ao Banco de Materiais. Nesta primeira etapa, apenas alguns escritórios serão mobilizados para um teste piloto da operacionalização. 


“O escritório vai organizar essas sobras: identificar, colocar medidas, embalar e levar até o Cesusc. Para isso, o grupo de extensão de arquitetura e urbanismo da faculdade desenvolveu um sistema de gestão de materiais para nos auxiliar a catalogar e organizar tudo”, explica Marila.  


Para a arquiteta e urbanista Roberta Ghizoni, vice-presidente de eventos da AsBEA-SC, esta parceria reflete o compromisso das instituições envolvidas com iniciativas de ESG (Environmental, Social and Governance, em tradução livre: Ambiental, Social e Governança). “O projeto Banco de Materiais fomenta a sustentabilidade e tem um impacto direto e positivo na vida das pessoas. Nossa parte nessa parceria, de cadastrar as sobras úteis dos escritórios de arquitetura associados, funciona como uma cadeia sustentável. Não apenas ajudamos a diminuir o desperdício na construção civil, mas também possibilitamos que esses materiais sejam canalizados para famílias em vulnerabilidade socioeconômica”,  explica a arquiteta. 


A assinatura do Termo de Cooperação Mútua ocorreu na quarta-feira (28 de fevereiro). Na ocasião, foi também formalizada parceria com a Prefeitura de Florianópolis, que fez a doação de um container para servir de depósito dos materiais e com a Rede Solidária Somar. De acordo com a Faculdade Cesusc, a Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano distribuirá esses materiais, integrando o projeto Melhoria Habitacional. 


Fonte: Comunique-se

Comments


V&S Blog.jpg

 Receba notícias atualizadas no seu WhatsApp gratuitamente. 

bottom of page