Buscar

PRODUTIVIDADE PODE AUMENTAR 10% COM USO DO BIM

Metodologia tem sido cada vez mais usada, inclusive nas licitações de obras públicas como a da Polícia Rodoviária Federal do RS

Divulgação: IBDI

A Plataforma BIMBR da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) ultrapassou os 40 mil downloads na biblioteca virtual que tem mais de 1.680 objetos cadastrados. São elementos utilizados na aplicação da metodologia Building Information Modelling (BIM), projetos em 3D na construção civil. Uma inovação que tem sido cada vez mais usada e passa a ser exigida em editais públicos como o da reforma da nova sede da Polícia Rodoviária Federal do Rio Grande do Sul. O orçamento da obra, em uma área de 10,5 mil m² na capital gaúcha, está estimado em R$ 28 milhões. Além do projeto ter que ser apresentado em BIM, a licitação exige o desenvolvimento dos projetos básico, executivo e a obra usando a metodologia. O edital RDC Eletrônico nº 2/2019/SRPRF-RS está disponível no Comprasnet e a abertura das propostas será no dia 05 de agosto.

“Compreendemos que o BIM não é mais uma tendência, mas uma realidade. Nosso cuidado focou-se em desenvolver um edital do tipo técnica e preço, com exigências e informações de qualidade nos seus anexos a fim de estimular que empresas experientes e engajadas não só com o BIM, mas com a qualificação das obras públicas, possam participar do certame”, detalha Luís Carlos Reischak Júnior, Superintendente Regional da PRF-RS. O BIM antecipa erros e problemas que, na maioria dos casos, são detectados apenas no canteiro de obras, além de trazer outros benefícios aos projetos, como aponta a Coordenadora de Difusão Tecnológica da ABDI, Talita Daher. “Na prática, o BIM permite maior precisão nas obras, evita retrabalhos, descumprimento de prazos, aditivos em contratos, diminui desperdícios e geração de resíduos, o que aumenta a economia nos projetos”, afirma Daher.

A ABDI disponibiliza a Plataforma BIMBR, desde o final do ano passado, com conteúdo dinâmico sobre a metodologia e a única biblioteca BIM pública do país, com todos os objetos cadastrados prontos para downloads gratuitos. Atualmente, mais de 3,2 mil usuários estão cadastrados na plataforma. “Neste primeiro momento, os esforços da ABDI vão na direção de universalizar o uso das metodologias BIM, de forma que um número cada vez maior de profissionais e empresas do setor possam se beneficiar com a dinâmica de upload e download da Plataforma BIMBR”, explica Talita. Espera-se que até 50% das empresas que representam o setor passem a utilizar o BIM nos próximos anos e que a produtividade dessas empresas aumente em 10%.

Banco de Imagens: www.dropbox.com/sh/qa6g7ro4ypbmddi/AACgYhVLfRU6EjPMbiGbYc8da?dl=0

Mais informações: www.abdi.com.br/home

34 visualizações

Tel: +55 (11) 5539-3200