VIDRAÇARIAS E SERRALHERIAS — PODEM ABRIR OU NÃO?

Setores da construção civil e indústria poderão funcionar durante a fase vermelha em SP

Foto: Cidade de São Paulo/Reprodução: Alesp

Na última terça-feira (3 de março), o governador do estado de São Paulo João Dória (PSDB) decretou a regressão de todos os 645 municípios do estado para a fase vermelha do Plano SP, visando conter a pandemia. Durante o período que se inicia neste sábado, dia 6 de março, e vigora até 19 de março, a construção civil e indústria poderão funcionar sem restrições, pois são consideradas atividades essenciais.


“Entendemos que a indústria de esquadrias irá operar normalmente, porque fazemos parte do segmento que é essencial”, diz Fernando Rosa, gerente geral da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal). Conforme matéria publicada em 2020 pela Associação Nacional de Vidraçarias (Anavidro), as vidraçarias, por se incluírem no rol daquelas consideradas “lojas de materiais de construção” podem abrir ao público, mas desde que observadas as medidas sanitárias que consistem em, no Município de São Paulo, segundo o Decreto 59.298/20:


I – Intensificar as ações de limpeza;

II – Disponibilizar álcool em gel aos seus clientes; e

III – Divulgar informações acerca da COVID-19 e das medidas de prevenção.


Desse modo, as serralherias e vidraçarias operaram normalmente durante a fase vermelha no estado em 2020 — e devem continuar funcionando nesta fase vermelha, seguindo as medidas sanitárias acima.


Saiba mais em: https://sindusconsp.com.br/construcao-segue-em-atividade-no-estado-de-sao-paulo/


Fontes: Anavidro e São Paulo Agora