top of page

DESCUBRA A PIRÂMIDE DO MUSEU DO LOUVRE


Reprodução: Touch of Class

Uma grande pirâmide de vidro e aço, cercada por três pirâmides menores, que fornecem luz aos espaços subterrâneos. Esse é o retrato da pirâmide principal do Museu do Louvre, em Paris, França, desenhada pelo arquiteto chinês-americano I. M. Pei, uma porta de entrada para as galerias principais do local, que se localizam no subsolo, desde 1993.


Nicolet Chartrand Knoll Ltd. de Montreal e Rice Francis Ritchie de Paris projetaram a estrutura de pirâmide. A entrada subterrânea do museu, restaurantes, auditório, salas de exposição, armazéns, uma livraria e a base da famosa pirâmide de vidro foi construída pela empresa Vinci.


HISTÓRIA E ESTRUTURA DA OBRA


Reprodução: Research Gate

Criado em 1973, o museu foi inaugurado com um pequeno e valioso acervo de 537 pinturas. Em 1981, o então presidente francês François Mitterrand propôs o projeto para o Grand Louvre, que exigia a realocação do Ministério das Finanças da França, que estava instalado no Louvre e, posteriormente, a renovação do museu.


As pirâmides de estruturas de aço revestidas de vidro reflexivo são parte do projeto Grand Louvre. Com uma altura de 20,6m e uma base quadrada com cerca de 35m de lado, a maior delas é constituída de 603 peças de losangos e 70 segmentos triangulares de vidro e postes metálicos integrando 95t de aço e 105t de alumínio. São 171 vidros em três lados e 160 vidros no quarto lado, que tem a entrada para a pirâmide.


A pirâmide juntamente com o vasto saguão abaixo dela, conhecido como Hall Napoléon, e o complexo subterrâneo, foram inaugurados em 29 de março de 1989 e abertos ao público em 1º de abril de 1989. A obra é uma renovação do Cour Napoleon, pátio principal do Louvre. Uma nova entrada triunfal forneceu um espaço conveniente de átrio central, separado das galerias, conformando um ponto focal.


Fontes: ArchDaily e Paris Tickets

Comments


V&S Blog.jpg

 Receba notícias atualizadas no seu WhatsApp gratuitamente. 

bottom of page