• Equipe Contramarco

CONTÊINER É TENDÊNCIA NA ARQUITETURA SUSTENTÁVEL


Reprodução: Assessoria AtitudeCom Estratégia em Comunicação

O uso de contêineres em construções comerciais e até mesmo residenciais vem se destacando. Essa alternativa é uma solução mais econômica, gera redução no período de obra de até 50% e, a melhor parte, preserva o meio ambiente.


“Todos os tipos de contêineres podem ser usados na arquitetura, mas alguns cuidados precisam ser tomados, como escolher uma peça que não precise de muitos reparos na estrutura. Módulos amassados e com muitos pontos de desgaste e ferrugem exigem atenção redobrada do profissional”, alerta José Alves Cintrão Neto, consultor técnico da Solventex.

Embora a tendência esteja em alta, o uso de contêineres na construção não é uma novidade. As primeiras obras seguindo esse conceito foram levantadas na década de 1990, na Inglaterra. Alguns arquitetos usaram peças que estavam abandonadas em docas, para essa função, e deu certo.

“A solução traz um ar moderno e descolado para a arquitetura, e isso é o que procurávamos, ao planejar as lanchonetes da nossa franquia de sanduíches gregos", comenta Fábio Lenhate, fundador da rede de franquias “Tô Falando Grego?”.

Há mais de meio século no segmento de tintas industriais e com mais de 30 itens em seu catálogo, a Solventex conta com produtos para a recuperação, pintura e proteção dos contêineres marítimos para esta finalidade. O consultor técnico Neto dá algumas dicas para quem quer reaproveitar o material.

Passo a passo para o uso de contêineres na arquitetura:

Reprodução: Assessoria AtitudeCom Estratégia em Comunicação




1. Limpeza pesada: o primeiro passo é limpar toda a área interna e externa do contêiner.






Reprodução: Assessoria AtitudeCom Estratégia em Comunicação

2. Lixamento mecânico: prepare a superfície metálica com ajuda de lixadeiras e escova de aço, para retirar a tinta e outras camadas de produtos do contêiner. É importante eliminar os pontos de ferrugem e corrosão.

3. Lixamento manual: onde a ferramenta mecânica não alcança, é preciso lixar manualmente.




Reprodução: Assessoria AtitudeCom Estratégia em Comunicação

4. Escolha as tintas: é preciso levar em conta o ambiente em que a construção será instalada e suas intempéries. Usar um bom primer e uma tinta de acabamento apropriada ajuda a aumentar a durabilidade.







Reprodução: Assessoria AtitudeCom Estratégia em Comunicação

5. Comece a pintura: Aplique duas demãos do primer Zarcotex, Primertex ou Linha Premium da Solventex, com ação anticorrosiva. O primer ajuda a proteger o material, sendo essencial na preparação de superfície, além de ser um promotor de aderência formando uma base para a tinta de acabamento, que facilita o trabalho de pintura.

Inicie a aplicação da tinta de acabamento e fique atento à preparação correta da superfície e ao processo de homogeneização da tinta, para garantir um bom resultado do trabalho.

Fonte: Assessoria AtitudeCom Estratégia em Comunicação

17 visualizações

Tel: +55 (11) 5539-3200