top of page

Edição nº164 nov/dez 2023

ENTREVISTA: RIVONIO CORDEIRO, CONSULTOR

2 - Entrevista.jpg

Os caminhos de um percurso profissional bem-sucedido

CONTRAMARCO — Em linhas gerais, sabemos sobre sua exemplar trajetória profissional com reconhecida especialização técnica, tanto em projetos como também na área comercial, atuando em empresas dos segmentos de comercialização de materiais para construção civil, indústria de esquadrias de alumínio e fachadas especiais com vidro. Conte um pouco sobre suas origens profissionais, como e quando surgiu seu interesse por esta área com tantos caminhos a percorrer.

RIVONIO CORDEIRO — Falar sobre minha trajetória é algo muito especial. Poderia começar a partir do momento em que entrei verdadeiramente no mercado de consultoria de esquadrias, mas não posso deixar de mencionar o que aconteceu até chegar a esse ponto, porque isso é parte essencial da minha história. Devido às limitações financeiras da minha família, entrei como aluno interno em tempo integral em uma instituição filantrópica em Fortaleza (CE), uma espécie de escola profissionalizante que atendia jovens carentes, oferecendo formação profissional. Foi lá que descobri minha aptidão para o desenho e, mesmo sem perceber, minha capacidade de liderança. Ao longo dos anos, percebi que sempre assumi a liderança em todas as situações em que me envolvi. Como aluno interno no Colégio Piamarta, aprendi diversas habilidades, mas a que me conduziu até hoje foi o curso de informática, aliado ao curso de desenho arquitetônico e ao estudo do AutoCAD. Tive a oportunidade de estudar o AutoCAD em um software em inglês, embora o livro estivesse em italiano (risos), o que representou um desafio considerável naquela época, quando os projetos estavam migrando das pranchetas para o computador. 

CONTRAMARCO — Com essas habilidades iniciais, podemos dizer que seu foco profissional e técnico já começava a se manifestar.

RIVONIO CORDEIRO — Quando atingi os 19 anos, surgiu a oportunidade de ingressar no meu primeiro emprego. Uma construtora estava digitalizando seus projetos e precisava de uma equipe para realizar essa tarefa. Fui contratado e foi uma experiência incrível! Em seguida, trabalhei na Reata, outra construtora em Fortaleza que já dominava a tecnologia e estava diretamente envolvida com o AutoCAD. Lá, realizei um trabalho significativo, em colaboração com outros quatro técnicos em edificação, detalhando projetos de arquitetura de prédios residenciais. Hoje, tenho o incrível privilégio de voltar a essa construtora prestando serviço como consultor de esquadrias. Que satisfação!

CONTRAMARCO — Sua experiência na Reata estimulou a criação de seu primeiro negócio como empresário, correto?

RIVONIO CORDEIRO — Sim. Posteriormente, fundei meu próprio escritório de desenvolvimento de projetos, a Diâmetro Computação Gráfica, meu primeiro empreendimento. Foi nessa fase que recebi um telefonema do meu ex-chefe de projetos da Reata, que me apresentou uma oportunidade. Em 2002, um dos fornecedores de vidros para a Reata havia sido contratado para fabricar as esquadrias e fachadas da segunda ampliação do Shopping Iguatemi Fortaleza. Aceitei o desafio e foi aí que tudo começou. Aprendi muito sobre vidro, tive minha primeira experiência com obras e viajei para conhecer os mercados nacional e internacional de vidros. Realizamos muitas obras interessantes e complexas, incluindo claraboias, pisos, fachadas de vidro.

CONTRAMARCO — Quando surgiu a Arqvetro em sua vida profissional e por que houve mudança no nome da empresa?

RIVONIO CORDEIRO — Quatro anos depois, mais ou menos em 2006, meu chefe decidiu encerrar as atividades do setor de obras da empresa e me ofereceu a oportunidade de criar minha própria empresa e continuar atendendo seus clientes. Foi então que nasceu a Arqvetro - Arquitetura com Vidros. Seguimos na mesma linha de projetos de envidraçamento especializado, o que me permitiu me tornar um especialista na área. Até esse ponto, a maioria dos projetos envolvia principalmente vidro — e o alumínio só entrou em cena em 2009, quando fomos contratados para fabricar as esquadrias do edifício Iguatemi Empresarial, em Fortaleza. Naquela época, enfrentamos críticas por nossa audácia e inexperiência no setor. Alguns até previram que seria um fracasso. No entanto, provamos o contrário e conseguimos solidificar nossa posição no mercado de esquadrias no Ceará. Com o passar do tempo, o nome Arqvetro não refletia mais adequadamente nossa especialização, uma vez que se referia apenas ao vidro e não ao alumínio. Decidimos então mudar o nome da empresa para Refilar Esquadrias e continuamos a nos especializar, mantendo o foco em projetos especiais de fachadas, escadas, entre outros.

CONTRAMARCO — Sua trajetória com a Refilar Esquadrias durou vários anos até acontecer uma mudança de rota importante. Conte sobre esse período.

RIVONIO CORDEIRO — Em 2020, com a crise da Covid-19 e a redução de obras, decidi encerrar a empresa e voltar a fazer o que mais me encantava. Não tive muita escolha. Pensei em trabalhar como gerente em uma grande empresa do setor, mas como todo empreendedor nato, não consegui. Decidi, então, aproveitar todo o conhecimento adquirido em projetos de obras e entrei no mercado como consultor de esquadrias. Foi assim que começamos a CSA Consultoria e Engenharia. Entretanto, para obter o respaldo necessário perante empresas e instituições profissionais, convidei meu amigo arquiteto Fabiano Rodrigues para fazer parte da sociedade. Até hoje, trabalhamos juntos para atender o mercado do Norte e Nordeste em projetos e consultorias de esquadrias. Confesso que enfrentamos muitas dificuldades até conseguir nossos primeiros projetos, mas aos poucos fomos construindo nossa história. Com a ajuda de nossos antigos concorrentes, colegas arquitetos e engenheiros da região, fomos indicados por uns e outros, e hoje estamos aqui contando nossa história para a maior revista do setor de esquadrias nacional.

CONTRAMARCO — Nos dias de hoje, quais são seus principais objetivos profissionais a alcançar, especialmente na indústria de esquadrias e fachadas?

RIVONIO CORDEIRO — Atualmente, estamos empenhados em nos consolidar como a principal referência em consultoria de esquadrias na região Nordeste. Nossas ambições para o futuro vão além: almejamos nos tornar uma referência em nível nacional, posicionando-nos ao lado dos maiores nomes do setor, que hoje são nossas fontes de inspiração. Entre essas referências, destacamos nossos colegas Antônio Cardoso, Crescêncio Petrucci e Audrey Dias.

• Veja a apresentação de Rivonio Cordeiro realizada no Fórum Contramarco de Fortaleza, neste link: prezi.com/view/ lz5OHNL5TlXtIEapO6dP

 

2 - Entrevista = link.jpg
Publicidade:
banner-canal.jpg
CBA000223G-Banner-Anuncio-Revista-Vidro-Impresso-Primora-Fev2023-V2.gif
Banner - 156x60.jpg
gif divinal v3 (1) (1).gif
roldanas (2).gif
Guardian-Technical-Services-Contramarco (2).gif
GIF-BANNER.gif
Leia a matéria na íntegra na Edição nº164 nov/dez 2023 - solicite seu exemplar
 Acesse a edição digital - conteúdo exclusivo para assinante   
Contramarco_-_logomarca_RED-removebg-preview (3).png
Anchor 1
bottom of page