ENGENHARIA CIVIL: DESAFIOS E FUTURO DA PROFISSÃO

16/12/2019

Para saber mais sobre a importância desses profissionais e os desafios atuais da profissão a equipe Contramarco entrevistou o engenheiro civil Dimas Rambo, mestrado e doutorado pela UFRJ, e pós-doutorado pela Poli-USP. Atualmente, trabalha como docente na Universidade São Judas Tadeu.

 

 

Revista Contramarco: Comente sobre a importância dos engenheiros para a construção civil.

 

Dimas Rambo: Existem perspectivas positivas relacionadas ao setor da construção civil brasileiro para o ano de 2020. Este setor impacta fortemente a sociedade como um todo, demandando mão de obra qualificada e materiais, ambos em grande quantidade. Neste contexto, os engenheiros figuram como protagonistas.

 

Respeitados por suas habilidades e competências, os engenheiros acabam por afetar praticamente todas as atividades do nosso cotidiano. É difícil inclusive, imaginar nossa vida sem a contribuição destes distintos profissionais. Casas, prédios, torres, estradas, metrôs, túneis, viadutos, barragens, usinas nucleares, torres eólicas, portos e aeroportos, são apenas alguns dos projetos nos quais a atuação destes profissionais é decisiva. 

 

Desta forma, é possível perceber que os engenheiros possuem papel fundamental em nosso bem-estar social. Não servir-se da expertise destes profissionais, pode resultar em riscos não apenas financeiros, mas de vida à comunidade em geral.

 

Revista Contramarco: Na sua visão, quais seriam os principais engenheiros da atualidade? E os seus maiores legados?

 

Dimas Rambo: Nomear os principais engenheiros da atualidade não é tarefa simples. Isto porque, associamos engenheiros de renome a importantes projetos de engenharia. Estes projetos, todavia, são confeccionados a várias mãos, ou seja, empregando diversos profissionais de distintas áreas. Ainda assim, chama-me a atenção o trabalho notório de dois engenheiros civis: William Frazier Baker e Rick Gregory.

 

O primeiro, William Frazier Baker, ficou mundialmente conhecido como o “engenheiro estrutural” que projetou o edifício Burj Khalifa, em Dubai, maior estrutura artificial concebida pelo homem. Enfrentando grandes adversidades de logística, além de fortes ventos e temperaturas superiores a 50ºC, William foi capaz de finalizar a obra icônica em seis anos, inaugurando-a em 2010.

 

Edifício Burj Khalifa - Reprodução: Guinness World Records

 

Também reconhecido por seus trabalhos em Dubai, Rick Gregory, engenheiro civil, foi responsável pelo projeto e construção do icônico Burj al Arab, conhecido por ser o único hotel sete estrelas do mundo. O edifício inteligente possui partes da estrutura que se deslocam acompanhando os movimentos do sol. Além disso, faz uso quase que exclusivo de energia solar e eólica. Esta edificação foi iniciada em 1994 e finalizada em 1999.

 

Edifício Burj al Arab - Reprodução Wikipédia

 

A meu ver, o maior legado deixado por estes engenheiros está no uso da criatividade e da tecnologia para superar obstáculos e reinterpretar o que entendemos por ambiente construído.

 

Revista Contramarco: Enumere os grandes desafios da engenharia atual.

 

Dimas Rambo: O cenário atual nos propõe vários grandes desafios. Acredito que, entre os três principais, estejam:

 

1 – Gestão dos recursos

2 – Sustentabilidade

3 – Inovação

 

Estes três temas se unem em vários aspectos e, cada vez mais se mostram presentes no dia a dia dos engenheiros civis. Acredito que os recursos escassos e crises financeiras têm mudado os rumos do setor da construção civil. Neste contexto, a política do “produzir mais com menos” tem sido constantemente adotada. Além disso, materiais e tecnologias alternativas surgem a todo instante, demandando ampla pesquisa, experimentação e fomentando a sustentabilidade e a inovação na construção.

 

Revista Contramarco: O que é necessário para ter êxito como engenheiro civil?

 

Dimas Rambo: Além de possuir capacidade de resolver de problemas, pensamento crítico e competências interpessoais, considero que o engenheiro civil de êxito necessita estar atento às transformações do mercado. Estas mudanças estão vinculadas principalmente à inclusão da tecnologia nos diversos processos abarcados nos projetos de construção. Alguns exemplos são a internet das coisas (IoT), inteligência artificial e o Building Information Modeling (BIM).

 

Please reload

Publicidade:
banner_saie.gif
banner_premiomarca.gif

Tel: +55 (11) 5539-3200