AFEAL SE COMPROMETE A PUBLICAR LISTA DE EMPRESAS EM CONFORMIDADE TÉCNICA

15/5/2017

No dia 11 de maio foi realizado um encontro entre a direção do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) e da Afeal (Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio) na sede do sindicato. Na reunião, O SindusCon-SP fez uma solicitação a Afeal sobre a necessidade de informar as construtoras sobre as fabricantes de esquadrias em situação de não conformidade técnica.

 

A reação da Associação ao pedido do SindusCon-SP foi positiva. “Estamos aprimorando nosso Programa Setorial de Qualidade e dentro de no máximo 60 dias teremos condições de divulgar em nosso site uma lista de empresas que atuam em conformidade com as normas técnicas e de desempenho”, garantiu Antonio Antunes, presidente da Afeal. O presidente do SindusCon-SP, José Romeu Ferraz Neto, elogiou a iniciativa e disse que o SindusCon-SP dará toda a visibilidade para a listagem. “Temos claramente um objetivo em comum, que é combater a concorrência desleal e predatória”, afirmou o presidente do sindicato.

 

Os representantes da Afeal admitiram que houve, há alguns anos, uma forte entrada de novos players no mercado de esquadrias, especialmente as padronizadas. “Infelizmente, alguns deles sem a qualidade necessária, causando prejuízos de imagem para todo o segmento, o que não é justo”, afirmou Lucínio A. Santos, vice-presidente de Relações Institucionais. Já o vice-presidente de Tecnologia e Qualidade do SindusCon-SP, Paulo Sanchez, reforçou a necessidade de as construtoras estarem devidamente informadas sobre os bons e maus fabricantes. “Uma esquadria malfeita constitui um grande problema para os construtores. Afinal, quando um caixilho vaza, o problema com o morador ou usuário da edificação é nosso”, disse Sanchez.

 

O coordenador do CTQ destacou a importância dos projetos de esquadrias para o atendimento à Norma de Desempenho e a racionalização de todo o processo. “Seria interessante também estabelecer algum critério para a seleção de consultores de esquadrias, talvez baseado no histórico  de complexidade de projetos realizados”, comentou. Para Estefan, um tema importante a ser discutido é a falta de comprovação dos laudos de desempenhos dos caixilhos de vários fornecedores de esquadrias padronizadas.

 

Os dirigentes da Afeal reconheceram os problemas e se comprometeram a continuar trabalhando em busca de soluções. “Precisamos, de fato, abrir um canal permanente de informações com as construtoras”, concluiu o presidente da Afeal. O SindusCon-SP se comprometeu a divulgar amplamente a listagem de empresas conformes, assim que receber a informação da associação.
 

 

Fonte: SindusCon-SP

Please reload

Publicidade:
banner_saie.gif
banner_premiomarca.gif

Tel: +55 (11) 5539-3200