Buscar
  • Equipe Contramarco

PORTAS AUTOMÁTICAS E OS NOVOS HÁBITOS


Reprodução: Piratronic

A preocupação com a higiene adequada das mãos será apenas uma das mudanças de hábito do cenário pós-pandemia. Por conta disso, as portas automáticas de vidro se inserem neste cenário trazendo grande eficiência, pois evitam o toque das mãos na esquadria. O modelo também é notado por outros benefícios, como: praticidade, facilidade de acesso (inclusive de pessoas com necessidades especiais) e economia de energia em ambientes com ar condicionado. Dentre os principais tipos de porta automática estão:

Deslizantes: sendo o modelo mais instalado. Tem uma boa relação custo-benefício, pois ocupa menos espaço. Possui uma ou duas folhas deslizantes que correm por trás de painéis fixos ou paredes. Modelos com caixilhos podem ser equipados com dispositivo antipânico, recomendado para locais de grande fluxo de pessoas.

Telescópicas: também são deslizantes, porém possuem ao menos duas folhas que se movimentam para o mesmo lado. Pivotantes (ou com batente). Muito utilizadas em ambientes hospitalares e laboratórios. Podem ser instaladas após a entrega da obra: basta disponibilizar uma fonte de alimentação elétrica. Mesmo com ausência de energia, a porta pode ser operada manualmente, por meio do sistema interno de molas.

Folding: não possui partes fixas, as folhas se empilham umas às outras. É indicada para locais em que não exista espaço suficiente para que as folhas se recolham.

Fonte: Abravidro

28 visualizações

Tel: +55 (11) 5539-3200