Buscar
  • Equipe Contramarco

MULHERES À FRENTE DO CANTEIRO DE OBRAS


Reprodução: TKS Educação e Tecnologia

De acordo com dados do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), o número de mulheres engenheiras registradas por ano na entidade passou de aproximadamente de 14 mil em 2016 para cerca de 19 mil em 2018 - um crescimento de 42%.


Os dados do Censo da Educação Superior mostram que o número de mulheres matriculadas em cursos de graduação em engenharia civil vem crescendo todos os anos desde 2007.


O aquecimento da economia brasileira também é um fator que impulsiona o mercado. “Com mais obras sendo feitas, há também mais contratações. E nós, mulheres, temos a chance de conquistar nosso espaço, principalmente em cargos de liderança. Minha dica é: independente da profissão que deseje seguir, seja persistente e acredite em seu potencial”, aconselha Jéssica Novais, engenheira civil da construtora Trisul.


Nos últimos dez anos, o Ministério do Trabalho e Emprego estima que a absorção de mulheres pelo mercado da construção civil cresceu quase 50%.


Fonte: Assessoria Digital Trix

15 visualizações

Tel: +55 (11) 5539-3200