INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO QUER VOLTAR A IMPORTAR AÇO PARA DRIBLAR PREÇO

Setor trouxe matéria-prima da Turquia no ano passado


Reprodução: Armadora União

Para driblar a alta nos preços do aço no mercado nacional, empresas da construção civil se movimentam para voltar a importar o material, como fizeram ao longo da pandemia.

No ano passado, um grupo de quase 140 incorporadoras trouxe duas cargas da matéria-prima da Turquia para o Brasil.


Foram cerca de 40 mil toneladas adquiridas por meio da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) em conjunto com uma cooperativa de construção de Santa Catarina. Segundo José Carlos Martins, presidente da entidade, o movimento pressionou as siderúrgicas brasileiras a baixarem o preço do produto no fim do ano passado, mas, agora, voltaram a subir.


"O aço é muito importante na composição de custo. Não adianta ir lá brigar por um item que é pequeno. O aço é 37% [do aumento do custo] de uma casa, 73% de uma ponte", diz Martins. Em abril, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou a maior alta para o mês desde junho de 2021, de 0,95%, segundo a entidade. A elevação do preço foi puxada pelo cimento, que também voltou a preocupar o setor neste ano, seguido por elevador, massa de concreto, argamassa e vergalhões e arames de aço. O custo com a mão de obra também subiu.


Fonte: Folha de S.Paulo