• Equipe Contramarco

GIROS POSITIVOS PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA


Reprodução AECweb/ Foto: denisik11/ Shutterstock

As portas giratórias cumprem uma série de funções e, ainda, colaboram para a redução do impacto ambiental nas edificações. “Na Europa, são denominadas ‘portas verdes’, por isolarem o ambiente interno do externo, o que reduz o consumo de energia com ar-condicionado”, diz o engenheiro Dante Boccuto, gerente do grupo de produtos e negócios da Dormakaba, acrescentando que esse tipo de fechamento evita a poluição sonora e reduz a sujeira no ambiente interno.


O modelo também garante segurança e melhor aspecto estético às fachadas dos edifícios, sendo uma opção que pode ser empregada em todos os tipos de empreendimentos, segundo Fábio Prandini, diretor comercial da Speed Door.


Nos hotéis à beira-mar, o modelo tem a função adicional de deixar para fora a areia da praia. “O que é um atrativo para o usuário que, muitas vezes, quer usufruir do lobby do hotel sem ser incomodado”, comenta Boccuto.


FUNCIONAMENTO

As portas giratórias podem ser manuais, semiautomáticas ou totalmente automáticas, variando de diâmetro de 2m até 6m. As manuais, acionadas mecanicamente pelos usuários, podem ser de três ou quatro folhas, de acordo com o projeto e fluxo de pessoas. “As semiautomáticas são acionadas manualmente, tirando-as da inércia. A partir daí, fazem a rotação automaticamente até parar no ponto inicial”, explica Boccuto.

As portas totalmente automáticas são acionadas através de sensores de movimento (ativadores) e fazem a rotação automaticamente até completar o ciclo. Existem sensores passivos infravermelhos, que garantem a proteção dos usuários. “Ou seja, caso o usuário pare durante a rotação da porta, ela interrompe o giro até que a pessoa reinicie o movimento”, afirma o engenheiro.

MATERIAIS E CONSIDERAÇÕES SOBRE O LOCAL


Segundo Fábio Prandini, as portas giratórias podem ser produzidas em alumínio, aço pintado, aço inoxidável ou vidro. “As de alumínio com vidro são as mais comuns”, diz.


Esse tipo de porta pode receber fechadura eletromecânica com travamento automático, detectores de metais e vidro blindado, no caso de bancos, por exemplo.


De acordo com Dante Boccuto, os arquitetos devem, inicialmente, buscar a harmonia das portas giratórias com a fachada. Depois, avaliar o fluxo de pessoas que irão utilizar o empreendimento e, por fim, adequar o orçamento para a valorização do imóvel.


Fonte: AECweb

0 visualização

Tel: +55 (11) 5539-3200