top of page

ENGENHARIA 4.0: 5 STARTUPS QUE ESTÃO IMPACTANDO O SETOR

A engenharia 4.0 vem provocando uma revolução no setor da construção, otimizando processos nos canteiros de obras, que vão de aspectos operacionais à gestão. Diferentes soluções e inovações são responsáveis por automatizar tarefas, reduzir custos e aumentar a eficiência.


O Vetor AG, um programa de inovação aberta da Andrade Gutierrez, já estabeleceu mais de mil conexões com startups e acelerou 30 soluções que estão sendo aplicadas em obras da construtora. Esse programa representa a porta de entrada para muitas dessas soluções que buscam se estabelecer no mercado.


Reprodução: Sucesso no Campo

Entenda cinco dessas soluções que estão impactando o setor da engenharia:


1. MENTOR CONSTRUÇÃO:


A plataforma possibilita digitalizar a programação semanal das obras, automatizar a geração de Indicadores-Chave de Desempenho (KPIs), relacionados a mão de obra e equipamentos, e centralizar ocorrências e relatórios de plano, causa e ação. Disponível na versão web e mobile.


2. RASTREABILIDADE DE PEÇAS DE CONCRETO:


Centralizando as informações sobre pré-moldados, a plataforma da SGP+ facilita a rastreabilidade e garante informações para investigações de falha. Gera, automaticamente, para cada peça de concreto, um databook (livro de dados, em tradução literal) com todo o histórico de informações e documentos gerados. Reduz em até 40% o tempo gasto na busca de dados e eles não se perdem.


3. EXOESQUELETO:


O exoesqueleto é uma solução da startup Exy para ser usada nos membros superiores dos trabalhadores, reduzindo problemas de ergonomia em atividades repetitivas, como é o caso, entre outras, da montagem de painéis em uma obra de usina fotovoltaica da Andrade Gutierrez.


Seu uso foi pensado para trazer mais conforto e saúde aos montadores e, consequentemente, favorece o ganho de produtividade. O equipamento, apesar de ser originalmente criado para outros setores, como o automobilístico, está sendo adaptado e testado para a realidade da construção civil.


4. PWTECH:


A startup, participante do 4º ciclo do Vetor AG, desenvolveu um equipamento modular purificador de água de alta vazão e de baixo custo, capaz de tornar águas não potáveis, inclusive contaminadas, próprias para o consumo humano. A tecnologia foi comprada pela Unops, braço da ONU para implementação de serviços de ajuda humanitária, e ajudará cerca de 10 mil ucranianos. A solução também está sendo implementada em uma das obras da Andrade Gutierrez.


5. GESTÃO ENGENHARIA:


A tecnologia Lidar busca dados e informações a respeito da topografia da região onde ocorrerá a obra. Realiza a coleta e a análise de informações topográficas, através de um sistema móvel e automatizado, mesmo em ambientes com vegetação densa e minas subterrâneas, onde não há sinal de GPS.


Sua utilização traz conhecimentos operacionais para minerações subterrâneas e áreas de difícil acesso, usando a autonomia de drones, mapeamento geométrico e análise de dados.


Fonte: Agência NoAr


V&S Blog.jpg

 Receba notícias atualizadas no seu WhatsApp gratuitamente. 

bottom of page