top of page

ATRAÇÃO PRINCIPAL: JANELAS REFLETEM A MODERNIDADE DA NOVA SEDE DA DEEZER, NO CORAÇÃO DE PARIS

Em celebração ao seu 15º aniversário, a empresa inaugurou o espaço, que mostra 40 nomes da música através das esquadrias


Por Stephanie Fazio


Foto: Divulgação

Em 2022, a Deezer, serviço de streaming de áudio, atingiu 15 anos de história e, para comemorar, a empresa inaugurou, no último mês de março, sua nova sede, em Paris, com uma exibição que destacou artistas globais que causam impacto na comunidade musical de hoje.


Nas janelas do prédio da companhia, a mostra apresenta 41 grandes nomes da música, são eles: Anitta, Aya Nakamura, Shakira, Olivia Rodrigo, Selah Sue, Ibeyi, Lous & The Yakuza, Zkr, Stromae, Orelsan, Rosalia, Camila Cabello, Bilal Hassani, Amir, Emma Peters, Elia, Dua Lipa, Ninho, Billie Eillish, Florence & The Machine, Ronisia, Oxmo Puccino, Tsew the Kid, Mentissa, Ed Sheeran, Oboy, Miley Cirus, Barbara Pravi, Yseult, Sdm, Hoshi, Myd, DJ Snake, Sch, Lana Del Rey, November Ultra, La Zarra, Camille Lellouche, Jeremy Frerot, Tessae e Faouzia.


Segundo a equipe de Global Workplace & Facilities Manager da Deezer, por um lado, a empresa focou em artistas com quem colaborou no passado, com alguns deles sendo apoiados pela Deezer desde o início de suas carreiras. “Por outro lado, também prestamos atenção à igualdade de gênero e à seleção de artistas globais, bem como talentos franceses locais emergentes de diferentes gêneros. Queríamos realmente mostrar os diversos gostos musicais do nosso público”.


“Nós realmente queríamos virar nosso escritório do avesso e mostrar a Deezer como a casa da música para o público. A ideia nasceu quando estávamos olhando para as grandes e belas janelas do nosso novo edifício. Por que não usar as janelas como um espaço expressivo e transformá-las em uma galeria baseada em luz, apresentando artistas globais e locais? Nossa equipe editorial de música ajudou na seleção dos artistas”, conforme a equipe.


A agência com a qual os colaboradores trabalham usa luzes de LED para iluminar as imagens dos artistas. As luzes são geralmente usadas para concertos de música. “Então, de certa forma, através dessa iluminação, nossas grandes janelas tornaram-se uma forma diferente de palco para os artistas exibidos. Para as imagens dos artistas, medimos cada janela e depois fizemos transparências com as fotos das personalidades, que foram coladas no interior das janelas e iluminadas”.


A nova sede foi inaugurada por Jeronimo Folgueira, diretor executivo da marca, em um evento que contou com a presença de Cédric O, secretário de estado responsável pela transição digital e comunicações eletrônicas da França.


“Estamos orgulhosos de abrir este novo espaço de última geração, que atua como um ambiente que une música e tecnologia. A Deezer é 100% focada em usar a tecnologia e inovação para ajudar artistas do mundo todo, globalmente reconhecidos ou novos talentos, a alcançar seu público”, concluiu Folgueira.


ESTRUTURA DA OBRA


O edifício, que agora é a nova sede do serviço de streaming, foi originalmente projetado e construído pelo renomado arquiteto do século XIX, Barão Georges-Eugène Haussmann, que criou muitos dos icônicos prédios de cor creme que, desde então, se tornaram um símbolo da capital francesa. Com relação a união entre a arquitetura clássica e a modernidade do projeto de design de interiores e da fachada, a equipe comenta que retrata a fusão da empresa, o unicórnio francês da tecnologia, e a história da cidade que lançou as bases para o serviço de streaming de música de renome mundial. “E como Haussmann em seus dias, a Deezer representa a inovação com seu produto hoje”, diz a equipe.


O prédio de 7 andares e mais de 65 mil m² foi projetado para proporcionar uma experiência para os frequentadores do local, sejam visitantes ou colaboradores da marca, de forma flexível e cultural. Cada andar foi criado como um espaço adaptável, proporcionando maior flexibilidade para as equipes futuras, ao mesmo tempo em que não deixa de oferecer suporte a formas ágeis de trabalho. Os espaços também foram construídos para serem capazes de se ajustarem às tendências futuras do local de trabalho.


O subsolo abriga uma área comunitária multiuso para que as equipes possam interagir em cafés da manhã, hackathons (encontro que reúne programadores, designers e outros profissionais ligados ao desenvolvimento de software) e eventos com música ao vivo. Cada sala de reunião tem o nome de um cantor ou banda presente na Deezer. Um grande terraço na cobertura também oferece vistas em 360º de Paris; com visão para a Torre Eiffel e Sacre Coeur, dois cartões postais da capital. A obra abriga, ainda, um estúdio de gravação completo, espaço para produção de podcasts e uma área fitness, com academia.


Além disso, o edifício foi redesenhado para ser sustentável. A nova sede alcançou o status Haute Qualité Environnementale (HQE), alta qualidade ambiental, em tradução literal, uma certificação ambiental francesa para edifícios que são ecologicamente corretos. Isso inclui o uso de tecnologia de parede geotérmica, para aquecimento e ar-condicionado, duas instalações de biotelhado, para incentivar espaços verdes e biodiversidade urbana, micro compostagem externa, projetada para todos os resíduos orgânicos, e colmeias patrocinadas.



Fontes: Equipe de Global Workplace & Facilities Manager da Deezer e Assessoria Agência Ecomunica

Comments


V&S Blog.jpg

 Receba notícias atualizadas no seu WhatsApp gratuitamente. 

bottom of page