top of page

AQUA-HQE ABRE PORTAS PARA CRÉDITO IMOBILIÁRIO VERDE DO BANCO MUNDIAL

Linha de crédito com juros atrativos para empreendedores exige selo internacional de sustentabilidade


Lauto Vila Mariana, lançamento da Tarjab, na Rua Afonso Celso/Divulgação: Ateliê de Textos

A linha de crédito criada pelo International Finance Corporation (IFC), braço do Banco Mundial, já pode ser acessada pelos bancos brasileiros para financiar a construção de prédios verdes com o selo AQUA-HQE, desenvolvido a partir da certificação francesa Démarche HQE (Haute Qualité Environnementale) e aplicado no Brasil pela Fundação Vanzolini.


Trata-se de um estímulo do mercado financeiro à sustentabilidade e às metas de ESG (de governança ambiental, social e corporativa) das empresas da cadeia produtiva da construção.


De acordo com Manuel Carlos Reis Martins, coordenador executivo da certificação AQUA-HQE, “o crédito verde será válido para todo o Brasil, por meio do IFC ou bancos brasileiros aderentes. Os bancos brasileiros podem oferecer crédito verde também com recursos próprios ou de investidores brasileiros, desde que obtenham a certificação”. A ação mostra que a sustentabilidade vem ganhando cada vez mais adesão de consumidores e de importantes setores da economia brasileira, ressalta ele.


Os bancos não informam qual a redução da taxa a ser aplicada. Os percentuais serão definidos para cada projeto. Porém, as instituições financeiras garantem que a economia para o cliente será significativa. “Nesse momento, há um crescente interesse dos clientes por empreendimentos verdes, seja pela economia gerada nas contas de água, energia, manutenção e conservação ou pela crescente exigência das pessoas por melhor conforto e saúde nas edificações. E também por causa da maior conscientização ambiental”, frisa Martins.


A certificação de sustentabilidade AQUA-HQE é a mais utilizada no Brasil. O selo referendou no País 749 edifícios no ciclo construção, sendo 457 residenciais e 236 comerciais. No ciclo operação, foram 56 não residenciais. O selo baseia-se em 14 objetivos de desempenho que devem ser atingidos em níveis base, boas práticas e ultrapassando as exigências que correspondem à regulamentação vigente ou prática corrente, distribuídas equilibradamente em conforto, saúde e baixo impacto ambiental.


Fonte: Ateliê de Textos

コメント


V&S Blog.jpg

 Receba notícias atualizadas no seu WhatsApp gratuitamente. 

bottom of page