Buscar
  • Equipe Contramarco

ALUNORTE E UFPA ASSINAM ACORDO PARA PESQUISA COM RESÍDUO DE BAUXITA


Reprodução: Hydro/Assessoria In Press Porter Novelli

A refinaria de alumina Alunorte, pertencente ao grupo Hydro, e a Universidade Federal do Pará (UFPA) assinaram em junho um acordo para a realização de pesquisa sobre a viabilidade de produção de cimento de baixo carbono a partir do resíduo de bauxita. O projeto integra o convênio entre a Hydro, empresa global com amplo portfólio de esquadrias de alumínio, e a universidade, iniciado em 2019 para a realização de diversas linhas de pesquisa, entre elas com o resíduo resultante das operações da companhia em Barcarena e Paragominas, ambos munícios do Pará.


A companhia busca utilizar parte deste resíduo para a geração de novos produtos até 2030. Esse percentual equivale a aproximadamente 500 mil toneladas de resíduo de bauxita ao ano.


O projeto tem estimativa de duração de 18 meses e conta com cinco pesquisadores do Laboratório de Tecnologia das Construções da UFPA e outros cinco profissionais do Departamento de Tecnologia, que inclui a área de Pesquisa & Desenvolvimento da Hydro. A companhia objetiva desenvolver soluções tecnológicas sustentáveis para os produtores locais de cimento de modo a reduzir não somente o seu custo de produção, mas principalmente o seu impacto ambiental, por meio da redução da emissão de gases causadores do efeito estufa e da preservação de recursos naturais.


“A assinatura do primeiro convênio simboliza a concretização de uma parceria, que é resultado dos esforços dos dois lados. O projeto abre um leque de iniciativas, além de trazer benefícios futuros e associar a empresa à instituição acadêmica mais importante do Pará. Esse resíduo se transformará em matéria-prima para a indústria de cimento e a etapa de processamento tem potencial para a geração de empregos”, afirma Michel Lisboa, diretor industrial da Alunorte.


Fonte: Hydro/Assessoria In Press Porter Novelli

7 visualizações

Tel: +55 (11) 5539-3200