top of page

ALTOS DO CORVO BRANCO: CONHEÇA OS MIRANTES DO PARQUE TURÍSTICO

Atualizado: 19 de abr. de 2023

*Por Emanuelle Ormiga, sob supervisão da profissional habilitada Stephanie Fazio


A 1.380 m acima do nível do mar nos campos de altitude, um bioma altamente preservado e único, o Parque Altos da Serra do Corvo Branco, em Urubici (SC), oferece mirantes de contemplação únicos. Os mirantes de observação 1 e 2 são decks de vidro que oferecem vistas deslumbrantes das montanhas circundantes, do vale do Rio Canoas e da Serra do Corvo Branco. Estes dois são os mais populares devido às suas superfícies de vidro transparentes e vistas panorâmicas.


Reprodução: Sider Produções Visuais


O primeiro mirante foi construído sobre uma estrutura metálica em forma de península e é o maior mirante de vidro sem cabeamento superior da América do Sul, com altura de mais de 200 m. Totalmente projetado para sua integração junto à natureza, permite uma visão 360º das curvas mais acentuadas da Serra do Corvo Branco e do Vale do Rio Canoas.


O segundo mirante, também de vidro, em forma de passarela, fica totalmente suspenso por 11 m, com apenas um ponto de fundação que se compõe por oito estacas, tipo raiz, com 30 cm de diâmetro por aproximadamente 15 m de profundidade. É a maior estrutura totalmente em balanço da América do Sul. Nele se enxerga o Alto do Campo dos Padres e o Vale do município de Grão Pará, além do corte da Serra do Corvo Branco.


“Vale destacar que é o maior corte em arenito feito pelo homem, executado na década de 70, época em que não existiam tantos recursos e tecnologias para facilitar a operação. Até hoje impressiona, compondo o cenário de fotos de tantos turistas que visitam o local”, explica Alissandro Doerzbacher, diretor comercial da Allgreen Projetos, empresa responsável pelo dimensionamento e especificação dos pisos de vidros e guarda-corpos do projeto em parceria com a empresa RCM Engenharia.


“O grande cuidado que nós tivemos no desenvolvimento dos mirantes era para que eles fossem minimamente invasivos, de modo que viessem a compor com o local que estão instalados e não concorrer com essa área que é de preservação permanente. Cada mirante possui uma única base de contato com o solo em concreto armado, e sobre essa base vem a estrutura metálica que dá formato e suporte ao piso dos mirantes”, afirma Dinah Nazari, arquiteta à frente do escritório que leva seu nome, responsável pela idealização do projeto dos mirantes.


A arquiteta explica que a ideia dos mirantes foi do proprietário do parque, que imaginou também uma ponte de ligação entre eles, a obra da ponte está prevista para começar neste ano e ser concluída em 2024, integrando os dois observatórios.


Uma das curiosidades do projeto, conta Dinah, talvez seja a cor dos mirantes. Na perfuração para cravar as estacas da fundação foi usada lasca de basalto em uma profundidade de 15 m e essa pedra foi a base para que escolhessem o tom dos mirantes. Então, eles têm o tom cinza, que mais se aproxima da cor da rocha perfurada onde os mirantes estão encravados.


Reprodução: Sider Produções Visuais


DESAFIOS DO PROJETO


Doerzbacher e Dinah concordam que um dos principais desafios foi a topografia e o relevo do terreno, que é completamente inóspito e com difícil acesso. São aproximadamente 900 m de subida íngreme em serra, que primeiramente foi concretada pelo proprietário do empreendimento, para que tivesse acesso para o transporte das peças que montaram os dois mirantes.


O clima da região também foi um grande agravante para a montagem dos sistemas de vidros, pois é comum a predominância de muitas nuvens e chuvas, por ser um dos locais mais altos de Santa Catarina. Urubici também é conhecida como uma das cidades brasileiras que possuem o inverno mais rigoroso, com a presença de neve nos períodos.


Reprodução: Sider Produções Visuais


O PARQUE


O Parque Altos da Serra do Corvo Branco está localizado em uma propriedade particular, o local foi fundado por Juarez Filho, “com o desejo de compartilhar as belezas espetaculares da criação divina em sua propriedade”, afirma o site do parque.


Em 2018 começaram as obras de infra estrutura, para conforto do visitante e intervenção mínima no ecossistema. Estudos ambientais sazonais, para inventário de fauna e flora, bem como geológicos, para diminuir impactos e facilitar recuperação da natureza, foram concluídos e direcionaram tomadas de decisões com construções projetadas, assimilando o objetivo do proprietário e na execução do projeto com materiais locais de baixo impacto ambiental e de acordo com o funcionamento do parque.


A EXECUÇÃO DO PROJETO

  • Dinah Nazari Arquitetura, em parceria com a arquiteta Silvia Garcia: idealização e projeto arquitetônico;

  • Allgreen Projetos e RCM Engenharia: responsáveis pelo dimensionamento e especificação dos pisos de vidros e guarda-corpos de vidros.

- Desenvolvimento dos projetos:

- Análise das cargas e pressões de vento exercidas sobre os pisos e guarda-corpos;

- Cálculos para dimensionamento de espessuras;

- Análises e comportamento do piso de vidro sobre a estrutura metálica;

- Definição do sistema de Interlayer para os vidros multilaminados;

- Definição dos sistemas de guarda-corpos;

- Análises do comportamento do sistema de guarda-corpo fixado na estrutura metálica;

- Dimensionamento e especificação dos sistemas de fixação;

- Elementos de arremates e acessórios para o projeto.

  • Q-Railing: empresa fornecedora de todo o sistema Perfil Easy Glass Pro para instalação dos guarda-corpos de vidro autoportantes;

  • Insttec do Brasil: instalador dos sistemas de guarda-corpos e pisos de vidro dos mirantes;

  • Unividros: processador de vidros especiais que realizou toda fabricação (corte lapidação, tempera e laminação), bem como todo o processo de logística para envio dos painéis de piso e guarda-corpos dos mirantes até o local de instalação;

  • Movimat: empresa responsável por toda a fabricação e montagem da estrutura metálica dos mirantes;

  • Cebrace: empresa que forneceu os vidros Extra Clear para este projeto;

  • Kuraray: empresa que forneceu o sistema de Interlayer Sentryglas para laminação dos vidros.

Reprodução: Sider Produções Visuais

Para mais informações, acesse: https://www.altosdaserradocorvobranco.com/


Fonte: Allgreen Projetos, Dinah Nazari Arquitetura, Q-Railing e Altos da Serra do Corvo Branco


Comments


V&S Blog.jpg

 Receba notícias atualizadas no seu WhatsApp gratuitamente. 

bottom of page