PROACÚSTICA LANÇA MANUAL PARA QUALIDADE ACÚSTICA EM ESCOLAS


A proposta do Manual ProAcústica para Qualidade Acústica em Escolas é fornecer orientações sobre como reduzir o ruído intrusivo e controlar as condições reverberantes em salas de aulas para melhorar a aprendizagem de alunos e reduzir os níveis de estresse dos professores em ambientes escolares. O manual foi lançado neste mês de abril e é uma iniciativa da ProAcústica (Associação Brasileira para a Qualidade Acústica), por meio do seu Comitê Acústica nas Edificações - Grupo de Trabalho Escolas.

Trata-se de um guia prático e orientativo para que arquitetos, construtores, consultores de acústica, fornecedores, profissionais da educação e projetistas tenham informações a respeito dos critérios técnicos e boas práticas na elaboração do projeto acústico para escolas. O material estabelece requisitos acústicos e orienta sobre as boas práticas na elaboração de projetos acústicos para escolas no modelo tradicional, que são salas de aula sem equipamentos de amplificação de som e com piso plano.

Dividido em três abordagens temáticas principais, o Manual ProAcústica para Qualidade Acústica em Escolas traz conceitos básicos e terminologias, critérios técnicos e boas práticas para projetos/obras. Nesse contexto o manual pontua orientações sobre reverberação sonora, inteligibilidade da fala, isolamento acústico e absorção acústica; ruído residual em escolas, tempo de reverberação em salas de aula, isolamento acústico para escolas; análise do layout, paralelismo nas salas de aula, portas, divisórias internas e sistemas de ventilação.

Sobre a questão da inteligibilidade da fala em salas de aula, por exemplo, o manual apresenta pesquisas que mostram que a combinação excessiva de ruído residual e da reverberação em salas de aula pode impactar de forma negativa a qualidade da recepção do sinal da fala nos alunos; por isso, os principais parâmetros para melhorar a inteligibilidade da fala a serem analisados são o ruído residual e o tempo de reverberação nos ambientes.

Mais do que uma importante ferramenta para profissionais que atuam no mercado de acústica nos ambientes escolares, o Manual ProAcústica para Qualidade Acústica em Escolas faz uma alerta para as consequências negativas que o ruído traz ao processo de aprendizagem, como dispersão de atenção em sala de aula, dificuldade de leitura e déficit motivacional. Atividades como leitura, com alta demanda cognitiva para resolução de problemas e memória, normalmente são as mais afetadas pela exposição ao ruído.

O Manual ProAcústica para Qualidade Acústica em Escolas está disponível para download gratuito, via cadastro básico, no Portal ProAcústica. Clique aqui para ter acesso.


0 visualização

Tel: +55 (11) 5539-3200