TECNOLOGIA NA CONSTRUÇÃO CIVIL


Você sabia que a evolução tecnológica vai muito além do que pensamos? Atualmente, seu crescimento atinge diferentes áreas profissionais e não é diferente para o setor da construção civil. Por isso é fundamental estar atualizado, afinal, reinventar-se na carreira é o segredo para aumentar as chances no mercado.


Pesquisas mostram que especialistas estão dedicando-se cada vez mais para desenvolver tecnologias voltadas para a construção sustentável, de modo a trazer para o mercado materiais inovadores, mais resistentes, leves, econômicos, que não agridam a natureza e ofereça maior segurança.


Diante dessas inovações é possível enxergar grandes perspectivas para o futuro da construção civil, desde os benefícios voltados para a evolução do setor, como para as oportunidades para o próprio profissional. Confira a seguir alguns materiais que já são utilizados no ramo pro meio da tecnologia. Alumínio transparente Essa nova tecnologia já é utilizada por militares na fabricação de janelas blindadas e lentes ópticas. O material também é conhecido como ALON.


Construção com CO2

Cerca de 30 bilhões de toneladas da substância dióxido de carbono (CO2) são liberados na atmosfera através de automóveis e fontes industriais que utilizam combustíveis fósseis.


Vejam só no que pesquisadores do Massachusetts of Technology - MIT pensaram para reutilizar essa substância. A equipe teve a incrível ideia de transformar esse gás poluente em material de construção.


Inspirados em um molusco chamado abalone, eles pensaram em transformar o CO2 e minerais do oceano, em carbono de cálcio para construir as conchas. A partir do experimento eles conseguiram produzir carbonato sólido, com a ideia de no futuro utilizar esse material na indústria da construção civil. Concreto inteligente

O concreto é o segundo material mais utilizado no mundo, com estimativa anual de consumo de 11 bilhões de toneladas. Pesquisadores vem a cada dia desenvolvendo novas tecnologias para aperfeiçoá-lo, de maneira a torná-lo uma substância mais resistente, tanto para melhorar a segurança das construções, como para reduzir os impactos ambientais que são gerados pela fabricação do produto.


Já existe no mercado um novo tipo de concreto, que é capaz de recuperar-se de suas próprias rachaduras. O material funciona através de minúsculas cápsulas de silicato de sódio que são adicionados ao concreto, ao romper-se com a formação da rachadura, as mesmas são preenchidas com uma substância parecidas ao gel. Além do bioconcreto que se auto preenche pela ação de bactérias.


Nanotubos de carbono