• anallt

CONTRAMARCO SUSTENTÁVEL PARA CONSTRUÇÃO CIVIL


O invento agiliza a obra, evita infiltrações e permite a captação de energia solar

As questões sustentáveis e econômicas têm ganhado espaço nas construções civis do Brasil e de diversos países no mundo. Pensando nisso o empresário Luciano de França Costa Silva, que atuou durante anos na construção civil, desenvolveu um contramarco sustentável, que é pré-moldado de rápido encaixe na alvenaria, podendo ser utilizado nos prédios ou casas.

O invento visa acelerar o processo construtivo e a instalação das janelas, evitar problemas oriundos da má instalação do contramarco, dispensar as pingadeiras, bem como a necessidade da peça ser chumbada na alvenaria, o que previne infiltrações.

“Sempre observei que havia uma preocupação ou problema com as janelas, contramarco e pingadeiras. Foi aí que surgiu a ideia”, conta o inventor. Segundo ele, fábricas de plástico, fábricas de placas fotovoltaicas e construtoras são o público-alvo inicial do produto.

O produto possui duas versões:

Contramarco para prédios em construção: modelo universal, com ou sem moldura, feito em polipropileno, o que permite o encaixe direto na alvenaria, proporcionando maior rapidez e facilidade de instalação. Possui rebaixo nas partes externa e laterais para o encaixe de placas fotovoltaicas para captação de energia solar e posterior conversão em eletricidade;