Edição nº147 jan/fev 2021

ENTREVISTA: 
RAFAEL ZACHARIAS, ESQUADGROUP

 
3 - Entrevista - Rafael Zacharias.jpg

CONTRAMARCO — A Esquadgroup tem um histórico pioneiro, que soma mais de 30 anos no segmento de softwares para o mercado de esquadrias. Conte um pouco sobre a evolução da empresa.

RAFAEL ZACHARIAS — O negócio teve sua origem em 1986, quando o engenheiro Mauro Nacif iniciou o desenvolvimento e a comercialização do software de cálculo de esquadrias CEM. Daquele ano até 1992, houve pouca evolução e um crescimento discreto do software em poucas empresas. A partir de 1992, Fernando Zacharias se juntou ao Mauro, ampliou o atendimento e a comercialização do CEM, e a empresa começou a tomar forma, até que em 1997 se tornou a Alumisoft Sistemas. 

CONTRAMARCO — Quando surgiu o nome Esquadgroup?

RAFAEL ZACHARIAS — Os 14 anos seguintes foram tempos de crescimento e consolidação da Alumisoft. Então, em 2011, decidiu-se criar a marca Esquadgroup para atender à necessidade de ampliação na atuação da Alumisoft, que foi além do desenvolvimento de software de cálculo para o mercado de alumínio. Hoje a empresa é formada por cinco unidades de negócios, com sua sede em Sorocaba (SP), e atende todo o Brasil e alguns países do Mercosul.

CONTRAMARCO — Quais são as principais linhas de produtos e soluções tecnológicas disponíveis atualmente na empresa?

RAFAEL ZACHARIAS — Atualmente temos em nosso portfólio um mix de produtos e serviços que atendem a praticamente toda a cadeia da indústria de esquadrias, e são desenvolvidos para empresas de todos os tamanhos. Atendemos a indústria de esquadrias e a cadeia de suprimentos. Temos o consagrado software CEM, em suas versões desktop e agora cloud, podendo ser acessado de qualquer lugar do planeta. Temos aplicativos para Android e iOS, que complementam a experiência de uso do CEM. Estamos lançando, agora no primeiro trimestre de 2021, uma versão do CEM que atende Revendas e Distribuidores de Perfis, conectando a revenda com seus clientes através de uma versão web do CEM, automatizando os levantamentos de materiais, orçamentos e pedidos. Temos o MOF  (Mídia Oficial do Fornecedor), ferramenta em que os fabricantes podem disponibilizar seus produtos, com as informações oficiais (códigos, cotas, tamanho, peso, cor, desenho técnico, e até preço) diretamente para o usuário: a indústria de esquadrias. A indústria pode assim fazer orçamentos usando as informações e os materiais oficiais, sem risco de erros. Também temos o serviço de criação de tipologias para os sistemistas e a indústria. Estas tipologias podem também ser distribuídas para o mercado através do MOF. Há a linha de softwares paramétricos, o PrefSuite, com diversos módulos inclusive o de fachadas, integração com CAD, e em breve integração com o BIM, e conexão com máquinário de corte e centros de usinagem. Há versões desktop e uma versão web do PrefSuite. E finalmente, temos a linha de produtos de Gestão. Desenvolvemos um ERP completo para o mercado de esquadrias. Não é um simples sistema financeiro, mas um robusto software de gestão que se conecta com o CEM e o PrefSuite, e resolve as necessidades da indústria de esquadrias no que tange a gestão: Financeiro, Faturamento, Emissão de Notas Fiscais, Pedidos de Venda, SPED Fiscal, CRM, Gestão de Instalação, RH, Empréstimo de Materiais entre Obras, Kanban, MRP, Lean, e muito mais!

CONTRAMARCO — Com o impacto da pandemia do coronavírus em todos os setores da economia, especialmente a partir de março de 2020, que estratégias a Esquadgroup vem adotando para manter o bom relacionamento com a clientela?

RAFAEL ZACHARIAS — O atendimento aos clientes sempre foi uma prioridade. Sempre investimos na capacitação interna da equipe, para atender nossos clientes com excelência. Dentro do possível sempre tentamos estar presentes nos clientes, nas implantações, nas visitas técnicas e comerciais. No início da pandemia, tivemos que adotar medidas para proteger nosso time e nossos parceiros. Entre elas o trabalho remoto. O atendimento online passou a ser o modo principal de estarmos próximos aos clientes, uma vez que estar fisicamente nas empresas já não era mais possível. Então investimos em ferramentas tecnológicas para atendimento remoto. Também estamos renovando os treinamentos de nossas equipes para continuar servindo e atendendo o mercado com excelência.

CONTRAMARCO — Que contribuição a tecnologia disponível na Esquadgroup pode oferecer hoje e no futuro para o processo de desenvolvimento e aperfeiçoamento do mercado de esquadrias?

RAFAEL ZACHARIAS — É interessante esta pergunta, pois, atualmente dentro do nosso portfólio temos condições de atender a praticamente todas as empresas, independente do tamanho e do momento empresarial em que elas estejam. Temos soluções que podem ser a necessidade atual de algumas empresas, mas que ainda estão longe da realidade de outras. Entre nossas soluções, está o que entendemos ser o básico: soluções tecnológicas para a organização empresarial, informações técnicas precisas, qualidade nos orçamentos, compra, faturamento, gestão da produção, corte, montagem, expedição, impostos, e agora até mesmo consultoria empresarial. Nossas soluções atendem desde o sistemista, o fabricante ou distribuidor de perfis, componentes, e vidros, até o fabricante de esquadrias. Desde o grande fabricante, que tem em sua estrutura dezenas ou até mesmo centenas de funcionários, que atendem obras comerciais, prediais e residenciais de alto padrão, ao médio e mesmo o pequeno fabricante com estrutura familiar. 

CONTRAMARCO — No portfólio de produtos e serviços da empresa há parceiros internacionais?

RAFAEL ZACHARIAS — Estamos sempre preocupados em aprimorar nossos produtos e em desenvolver coisas novas para o mercado. Um grande diferencial da Esquadgroup é que temos uma parceria internacional com uma grande empresa de software europeia. Temos o privilégio de ter acesso a tecnologia de ponta e adaptá-la ao mercado brasileiro. Dessa maneira, conseguimos ser pioneiros na aplicação de muitas tecnologias, e em termos de software, temos soluções para problemas que algumas empresas ainda nem se depararam. Tudo isso com excelência no atendimento. Para você ter uma ideia, nosso índice de satisfação no atendimento foi de 99% em 2020.

CONTRAMARCO — Se possível, destaque algumas dicas úteis e produtivas para os profissionais e empresas da indústria de esquadrias e vidro.

RAFAEL ZACHARIAS — Invista no seu negócio como um todo! Invista para criar e aprimorar os processos da sua empresa. Invista em treinamento para a sua equipe em todas as áreas do negócio. Invista em ferramentas, máquinas e equipamentos para melhorar a produtividade da sua equipe.
Invista em um bom software, de uma boa empresa que dê todo o suporte para que sua empresa possa crescer. Ao adquirir um produto ou serviço para sua empresa, pense não apenas em termos de custo, buscando o menor preço. Pense em termos de qualidade. Busque a melhor qualidade, assim como você faz em assuntos pessoais. Com a melhor qualidade em produtos, insumos, serviço, pessoas e processos, você poderá oferecer ao seu cliente o melhor produto e serviço, e isso fará sua empresa melhor que o concorrente, e o resultado será o crescimento de sua organização.

CONTRAMARCO — O panorama pós-pandemia terá grandes modificações? Quais seriam?

RAFAEL ZACHARIAS — É difícil fazer qualquer previsão. Mas acredito que a economia vai se acomodar. Nós viemos de anos bem difíceis desde 2016. Em 2019 a economia ameaçou reagir e tínhamos muitas expectativas para o 2020 pré-pandemia. Muita gente perdeu seu emprego e muitos negócios fecharam, mas dentro da construção civil ainda existe uma demanda reprimida de infraestrutura e habitação muito grande, que precisará ser atendida nos próximos anos. Pode ser que no curto prazo ainda sentiremos os reflexos da pandemia e seja um período volátil e turbulento para nosso mercado, mas a tendência é que nos próximos anos a construção civil puxe a economia novamente. Algumas das mudanças impostas pela pandemia com certeza permanecerão após o fim dela: o ritmo de digitalização do mundo aumentou, bem como o uso de tecnologia para comunicação remota, o volume de compras online, e a busca de informações online sobre produtos e serviços antes de efetivar uma compra. Muitas pessoas não vão mais a uma loja física (ou showroom) para ver e tocar em determinados produtos. A decisão de compra se faz através de informações obtidas pela internet. Este comportamento das pessoas físicas está se estendendo para as pessoas jurídicas (B2B). No nosso mercado, os fornecedores (de perfis, componentes, vidros, etc.) e os fabricantes de esquadrias precisam se adaptar rapidamente a esta nova realidade. Precisam oferecer informações de seus produtos de forma digital, e facilitar a compra online. Este movimento tende a se acelerar daqui para a frente. 

Publicidade:
FISE GIF.gif
 
twitter.png
Leia a matéria na íntegra na Edição nº147 jan/fev 2021 - solicite seu exemplar
 Acesse a edição digital - conteúdo exclusivo para assinante