Edição nº145 set/out 2020

ENTREVISTA: SOLUÇÃO PARA UM MUNDO MAIS SUSTENTÁVEL

Milton Rego é presidente-executivo da Associação Brasileira do Alumínio (Abal).

CONTRAMARCO — Faça um resumo das principais diretrizes e atividades da Associação Brasileira do Alumínio (Abal), que neste ano de 2020 está comemorando 50 anos de fundação.

MILTON REGO — Gostaria de enfatizar que meio de século de vida é um marco para uma associação como a Abal, que representa toda a cadeia produtiva do alumínio. Nesses 50 anos, o mercado mundial mudou quantitativa e qualitativamente. E para continuarmos relevantes pelos próximos anos, enfrentando um cenário tão desafiador, lançamos em 2018 o nosso Roadmap. 

Trata-se de um plano de ação de longo prazo visando uma indústria do alumínio sustentável, competitiva e integrada. Ali no Roadmap elencamos cerca de 60 ações. E, no ano do nosso cinquentenário, estamos dando ênfase àquelas ligadas à competividade, à inovação, à tributação, às fontes de energia e à sustentabilidade, que, em nossa opinião, são os grandes eixos de discussão do momento e onde há espaço para mudanças positivas.

CONTRAMARCO — Dentro da estrutura organizacional, como a Abal lida com os assuntos relativos à indústria de esquadrias de alumínio? Por exemplo, há parcerias com outras entidades, participação ou apoio na elaboração de normas técnicas para esta indústria?

MILTON REGO — O alumínio é a solução para um mundo mais sustentável. O uso intensivo do alumínio na construção civil tem relação direta com o grau de sustentabilidade dos projetos. Ele contribui na economia de materiais e na eficiência energética. A utilização intensiva de estruturas de alumínio ajuda na certificação verde dos edifícios. No caso específico das esquadrias, temos uma forte parceria com a Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio, a Afeal, com objetivo de melhorar a qualidade e a rastreabilidade dos elementos construtivos do alumínio. 

 

Esse esforço resultou na criação do Programa Setorial da Qualidade (PSQ) de Portas e Janelas de Correr de Alumínio. O PSQ estabeleceu as normas de qualidade dos produtos, combate à não-conformidade, trazendo segurança para o mercado e para o consumidor. O Programa contribuiu fortemente para melhorar a governança do segmento. No momento, estamos em nosso oitavo relatório de fabricantes qualificados.

 

CONTRAMARCO — Para a cadeia do alumínio, qual a importância da Feira Internacional da Indústria de Esquadrias (FESQUA)?

MILTON REGO — A FESQUA é o principal evento da indústria de esquadrias no País. Todos os grandes fabricantes do produto e a cadeia de fornecimento estão presentes à feira. É um espaço importante para apresentar novidades e construir network.

Publicidade:
banner ok.gif
Leia a matéria na íntegra na Edição nº145 set/out 2020 - solicite seu exemplar
 Acesse a edição digital - conteúdo exclusivo para assinante   

Tel: +55 (11) 5539-3200